Como evitar manchas e alergias após a depilação

Como evitar manchas e alergias após a depilação

Independente da época do ano, a depilação sempre vai agredir a pele, porém no verão o problema é ainda maior. É nessa estação que o corpo fica mais amostra, por isso o intervalo entre uma depilação e outra é menor, assim a pele tem pouco tempo para se recuperar.

O contato com o cloro da piscina e com a areia da praia pode aumentar a sensibilidade e com isso agravar o risco de queimaduras e alergias.

Para se livrar do problema é preciso tomar alguns cuidados especiais, não adianta achar que um método de depilação é melhor ou mais eficiente que o outro porque todos prejudicam a pele de alguma maneira.

Nesse artigo você aprender como evitar desconfortos como alergias, manchas e queimaduras.

Depilar pede hidratação

Na depilação, os elementos que dão sustentação á pele são eliminados junto com a camada superficial de oleosidade que dá proteção.

Essa camada protetora é recuperada facilmente através de uma boa hidratação. Outra dica é evitar exposição ao sol nos dois dias seguintes após a depilação, independente do método usado.

Cuidado com o que você passa na pele

Se depois da depilação você passar produtos a base de ácidos ou álcool certamente a pele vai ficar manchada. O excesso de sabonete nas regiões depiladas também pode escurecer a pele.

A dica é não usar desodorante após a depilação, mas sim um creme hidratante a base de aloe vera e macadâmia.

Protetor solar

O filtro solar não é irritante, mas não tem poder de hidratação para recuperar a pele das agressões sofridas durante a depilação. A dica é usar um creme hidratante que tenha protetor solar ou aplicar o hidratante e depois da absorção passar o filtro por cima.

Puxe com cuidado

Independente do método de depilação usado, é essencial remover os pelos no sentido do seu nascimento. Dessa maneira você estará evitando sangramento e lesões, pois o pelo saíra com facilidade.

Cutucar a pele para tirar o pelo não é uma boa alternativa, pois pode gerar manchas. Passa a cera ou a lâmina no mesmo local também pode agredir a pele.

É importante espaçar as depilações para que a pele tenha condições de se recuperar, a dica é se depilar apenas uma vez ao mês.

Atenção à lâmina

Para evitar infecção por bactéria é essencial descartar as lâminas após o uso.

Clarear os pêlos

Para não sofrer com a depilação, clarear os pelos pode ser uma boa alternativa. Vale lembrar que o produto pode ficar em contato com a pele por no máximo 15 minutos, pois mais tempo que isso aumenta o risco de desenvolver alergias.

Pêlos encravados

Quem tem alergia a bijouterias provavelmente também tem alergia ao metal das lâminas, por isso os pelos encravam com mais facilidade. Se esse for o caso, a dica é procurar um método mais eficiente e menos agressivo.

Os pelos encravados também podem ser evitados com uma boa esfoliação três dias antes e três dias depois da depilação.

Posts Relacionados
Receita caseira de depilação
Receita caseira de depilação
Prós e contras de alguns métodos de depilação
Prós e contras de alguns métodos de depilação
Como escolher o creme depilatório ideal
Como escolher o creme depilatório ideal
Como resolver os danos causados pela depilação nas axilas
Como resolver os danos causados pela depilação nas axilas